Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

As principais características das empresas bem sucedidas

Todos sabem que as empresas bem sucedidas e autossustentáveis são o objeto de desejo de qualquer empreendedor. Mas sempre que falamos dos grandes feitos empresariais e das conquistas de alguns ícones do mundo empresarial, utilizamos como referência somente o fato em si, mostrando apenas os números dos seus resultados, sem nenhuma análise profunda que demonstre as atitudes e/ou os motivos do seu sucesso.

Isto, em parte, se deve a que a maioria das pessoas não dão a merecida importância para as características destas empresas vencedoras, mas somente aos resultados que obtiveram. Mas, o fato é que os empreendedores que almejam uma carreira bem sucedida se importam muito mais com o ”como fizeram” do que com o ”quanto conquistaram” estas empresas. Por isso, abaixo vamos listar algumas características que fazem parte destas grandes histórias, e que, também, nos servirão como métricas para nos mostrar se estamos no caminho certo ou não.

As empresas bem sucedidas são:

1. Lucrativas e geram riqueza

O conceito de lucro e riqueza não pode estar apenas atrelado àquela imagem defasada do século passado: patrões cada vez mais ricos e trabalhadores cada vez mais pobres. A lucratividade e riqueza de uma empresa bem sucedida também é medida na forma como ela é distribuída entre os seus colaboradores e na comunidade onde está instalada. Exemplo: A Termomecânica, apesar de ter nascido e se desenvolvido no século passado, foi uma pioneira neste aspecto e soube recompensar e distribuir sua riqueza entre os seus colaboradores e na comunidade onde atua.

2. Alcançam longevidade, duram muito tempo

O SEBRAE realizou estudos que indicam que a vida média da metade das novas empresas está em torno de 2 anos; 58% delas declaram falência antes do quinto ano de vida.
Para superar este período de risco será necessário acompanhar as inovações e investir em planejamento, especialização e conhecimentos de administração. Poderíamos considerar que uma empresa está no caminho certo se, após o seu quinto ano de atividades, conseguir permanecer sustentável, do ponto de vista financeiro. Exemplo: A loja virtual Camisetas da Hora, que já superou o tempo de crise e se consolidou como líder no seu ramo de atuação.

3. São saudáveis, seus conflitos não são duradouros

Estamos falando, basicamente, da cultura organizacional da empresa. Este é um assunto que não cabe apenas em um artigo; seriam necessários vários livros para abordar o assunto a fundo. Mas podemos nos referir de forma resumida ao seu aspecto gerencial. Nunca acreditei que um curso superior fosse indispensável para alguém poder administrar bem o seu negócio. Mas, pelo menos, exige-se do empreendedor a maturidade suficiente para lidar e resolver da melhor forma possível os conflitos que, inevitavelmente, surgirão; seja com os colaboradores, com os outros sócios, com o governo, com os fornecedores, com a comunidade onde sua empresa está instalada, com os clientes, com os investidores, etc. Exemplo: A Pormade ganhou o prêmio RH Admirado 2012 pela sua competência nas questões de RH.

4. São flexíveis, possuem enorme capacidade de ajustamento

Flexibilidade é a palavra de ordem. Os clientes estão exigindo cada vez mais um tratamento personalizado. O prazo de entrega, o tempo de resposta a uma reclamação, as trocas ou devoluções e outros fatores são cada vez mais intensos e contínuos. Se a empresa não acompanhar este ritmo, resultará em perda de clientes e a sua fatal consequência: perda de vendas. Exemplo: A Acusmed, uma empresa espanhola, promove a conciliação da vida laboral e pessoal da sua equipe de colaboradores.

5. São admiradas, inspiram outras

Leia com atenção como iniciamos este artigo: falando dos feitos, êxitos e conquistas das grandes empresas… Elas são assim mesmo: inspiram! Exemplo: A Amazon.com, empresa baseada no e-commerce, que em 1994 começou apenas vendendo livros pela Internet, agora vende mais de 20 milhões de produtos para mais de 160 países.

6. Possuem identidade própria, cultura especial

Foi-se o tempo em que plagiar as ideias das empresas rivais era sinal de concorrência. Hoje falamos de “diferencial”. Você não pode ser diferente copiando os outros. A criatividade para inovar nunca foram tão úteis e necessárias como na atualidade. As empresas inteligentes entenderam isto e estão investindo pesado no seu capital humano. Exemplo: Google, empresa com marca inconfundível; investe pesado na capacitação do seu pessoal e na gestão do conhecimento.

7. Elas são os melhores lugares para trabalhar

São mais do que isto: fazem parte do plano de vida dos profissionais mais bem preparados. Eles estudam e fazem treinamentos específicos para trabalhar nestas empresas, mesmo sem as garantias de que serão selecionados para o cargo. Exemplo: Elektro, em 2012 a empresa foi eleita a melhor empresa para trabalhar no Brasil.

8. Produzem retornos para todos os stakeholders

Esta, talvez, seja a parte principal. A empresa de sucesso é capaz de construir uma relação de ganha x ganha. Ninguém sai perdendo! Desde os proprietários, passando pelos investidores, colaboradores, fornecedores, parceiros, clientes, comunidade, país, etc. Todos os grupos de interesse obtém um retorno positivo do seu investimento, trabalho, esforço, confiança, etc. Exemplo: A Tractebel foi apontada pela revista Institutional Investor como a empresa que tem o melhor nível de relacionamento com os seus investidores. Em 2012, a empresa distribuiu em dividendos 100% do seu lucro.

Este artigo é resultado de uma pesquisa que começou no livro “Administração: Teoria, Processo e Prática”, de Idalberto Chiavenato, e terminou nos sites das empresas mencionadas em cada um dos exemplos. Obviamente existem outros milhares de exemplos que, injustamente, não estão no artigo. Mas que, também, inspiram e motivam todos aqueles que almejam empreender e ser bem sucedido profissionalmente.

Leia mais:

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

One Comment

  1. como e bm aprender noçoes d predorixmo …….

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *