Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

Série “O aprendizado do jovem administrador” – Apresentação

Este é o post de apresentação da nova série de artigos que preparamos aqui no Enfoquenet, denominada “O aprendizado do jovem administrador”.

A nossa série terá como base o livro “Cartas a um jovem administrador”, de Idalberto Chiavenato – recomendo a leitura -, onde encontrei vários conceitos que deveriam constar, religiosamente, nas anotações de quem deseja tomar, ou de quem já tomou a administração como profissão.

“Cartas a um jovem administrador” é um manual de cabeceira, que transmite uma mensagem incisiva para o mundo corporativo e, ao mesmo tempo, nos mostra a forma como este deveria comportar-se na atualidade. Sim, “deveria”, porque infelizmente muitos empreendedores, desde autônomos até grandes executivos, persistem no erro da visão míope em quanto às capacidades e virtudes inerentes aos seres humanos que os ajudam no desenvolvimento das suas empresas.

Um dos pontos que me cativou no livro foi a linguagem utilizada pelo autor para transmitir a sua mensagem. Em alguns momentos podemos até sentir que estamos participando de uma conversa quase informal com o autor. É como se fosse um “bate papo” entre o professor e o seu aluno.

O livro em si não tem nenhuma pretensão de ser didático ou teórico(apesar de o fazer muito bem). Ao longo da leitura nos deparamos com alguns picos emotivos como, por exemplo, quando Chiavenato se refere ao seu casamento com Rita como “o grande pulo da sua vida”, e, também, quando fala da sua “grande equipe de cinco pessoas”, com a qual em apenas três meses recrutou, selecionou, treinou e posicionou mais de 1800 funcionários, para iniciar a produção em uma fábrica com tecnologia de ponta, na Bahia.

Conceitos que o jovem administrador encontra no livro

Entre os conceitos que mais me chamaram a atenção no livro, destaquei os seguintes:

  • Como desenvolver a capacidade de diagnóstico para solucionar problemas;
  • Aprender a discernir palavras, comportamentos, atitudes e emoções;
  • A maneira de transmitir ideias e conceitos para atingir determinados objetivos;
  • O empowerment;
  • Transformar pessoas em talentos;
  • Fazer da administração uma arte;
  • O trabalho do administrador;
  • As opções profissionais da administração;
  • Como enxergar o que os outros não conseguem perceber;
  • Os stakeholders;
  • Trabalhar como membro da equipe;
  • A empresa é um ser vivo;
  • Trabalhar com conceitos intangíveis;
  • As ferramentas do administrador;
  • O administrador estrategista;
  • O capital humano, o capital interno e o capital externo;
  • Liderança;
  • Dinâmicas de gestão;
  • e Cultivar os valores da organização.

Obs.: A maioria destes pontos não fazem parte do índice do livro. Apenas são uma parte das anotações que fiz nos bordes das páginas enquanto o lia.

Alguns destes conceitos serão utilizados como tópicos para os próximos posts desta série. Neles, espero poder contribuir para que possamos aprendermos juntos como funciona cada um, e sobre a forma como podemos empregá-los no nosso dia a dia, fazendo da “administração uma arte que produz resultado”, como o próprio Chiavenato afirma no seu livro.

Leia a séria completa: Aprendizados do Jovem Administrador

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *