Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

O maravilhoso mundo da Administração

Eu poderia citar várias situações que justificam a afirmação do título deste post. Por exemplo: o leque de oportunidades, a abrangência da profissão, a visão holística, o poder de planejar, organizar, dirigir e controlar ações, e o mais importante, a necessidade urgente de bons gestores, tanto no setor privado quanto no público.

Como diria meu amigo Hill, existem muitos terrenos férteis para os administradores. O problema é que alguns destes terrenos já foram tão mal utilizados e tão desgastados que tornaram-se verdadeiras bombas-relógio. Mas, nada que uma boa cabeça e uma boa equipe não consiga resolver.

Por outro lado, uma das maiores críticas que recebem os adeptos da Administração, é que esta é uma ciência generalista e carente de uma especificidade. Isto, inclusive, já deu origem a vários comentários do tipo “quem estuda administração é porque ainda não sabe o que quer ser”. Mas é justamente toda essa abrangência, que faz da administração algo apaixonante e desafiador. Pois, na contramão de outras ciências, que operam funções muito focadas e específicas, por conta da sua óbvia natureza, como alguma especialidade da medicina, por exemplo, o administrador exerce o papel de direção e anda sempre em busca de uma visão futurista, tentando achar soluções ideais para problemas complexos. Além disso, ele quase sempre está imerso em planejamentos intermináveis, ora navegando em oceanos azuis ora em mares turbulentos, tratando de achar a rota mais segura para conduzir a sua empresa, garantindo a continuidade da mesma e a segurança financeira dos proprietários, dos acionistas, dos colaboradores, dos fornecedores e, inclusive, dos concorrentes envolvidos no negócio. É por isto que se espera muito do bom administrador, muito mesmo!

Administração como ciência social

Desta forma, a Administração está entre as mais importantes ciências sociais, pois qualquer decisão tomada pelos diretores da empresa influenciará, de forma positiva ou negativa, os vários setores da sociedade a ela ligados. Imagine o que ocorre numa comunidade quando uma empresa é obrigada a demitir um grande número de funcionários. Não necessariamente precisa ser uma grande fábrica, pois segundo algumas fontes do SEBRAE, os pequenos e micro negócios responderam por 85% dos empregos criados no Brasil em 2013. Agora, tente calcular o impacto que a sociedade teria se algo em grande escala obrigasse estes empreendedores a desistir dos seus pequenos negócios. Deu para perceber o motivo pelo qual esta profissão é realmente desafiadora?

Outra curiosidade sobre o mundo da Administração, é que o que ele tem de fantástico também tem de seletivo. Aquela teoria que afirma que apenas 5% das pessoas conseguirá fazer a diferença na vida, aplica-se perfeitamente à Administração, por dois motivos básicos:

  • Pela intenção quase exclusiva que a maioria dos estudantes têm de apenas obter um diploma para “turbinar” o currículo, como se isso agregasse algo realmente importante na vida de alguém;
  • e pelo fraco desempenho da maioria das instituições de ensino superior, que descobriram na graduação uma fonte quase inesgotável de enriquecimento, deixando de lado o conteúdo do curso, que deveria ser o principal.

Mas é claro que estes motivos afetam em quase nada a quem possui um espírito empreendedor, que vive mergulhado em livros aprendendo velhos e novos conceitos com os patriarcas e com os inovadores da Administração; que pesquisa e acumula ferramentas para administrar melhor; que exercita cada neurônio do seu cérebro a pensar com eficácia e com eficiência; e que procura os meios e os métodos para atingir resultados e agregar valor ao seu ambiente e às pessoas que ali convivem com ele.

Isto não é mesmo apaixonante?!

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *