Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

Teoria Comportamental da Administração

Publicado por em 01/11/18 em Acadêmico | 0 comments

A Teoria Comportamental da Administração, também conhecida como Teoria Behaviorista da Administração, traz um novo enfoque nas teorias de administração, abandonando as posições normativas e prescritivas das teorias anteriores (Teoria Clássica, Teoria das Relações Humanas e Teoria da Burocracia). Embora a ênfase continue nas pessoas, o contexto organizacional é bem mais amplo. Origens da Teoria Comportamental da Administração Surge no final da década de 1940 e pertence ao segundo estágio da Teoria das Relações Humanas, cuja missão sempre foi a oposição ferrenha à Teoria Clássica da Administração; Originou-se no desdobramento da Teoria das Relações Humanas, porém deixando de lado suas concepções ingênuas e românticas; Seus autores viam na Teoria Comportamental a verdadeira antítese aos princípios gerais da Teoria Clássica, a saber, seus conceitos de autoridade rígidos e formais e seus sistemas mecanicistas; Incorporou em seus conceitos a Sociologia da...

Continue lendo

Teoria Clássica da Administração – Henri Fayol

Publicado por em 31/08/18 em Acadêmico | 0 comments

a Teoria Clássica da Administração é a mais usada na formação de novos Administradores, pois permite uma visão simples e ordenada, dissecando o trabalho organizacional em categorias úteis e compreensivas.

A abordagem normativa e prescritiva da Teoria Clássica da Administração está fundamentada em princípios gerais, com uma espécie de receituário que o Administrador deve seguir em todas as situações na empresa.

Continue lendo

Como lidar com a obsolescência do conhecimento

Publicado por em 27/08/18 em Carreira | 0 comments

Nada é mais frustrante que ter de reconhecer que o tempo passou e uma parte de seu conhecimento ficou obsoleto e não se usa mais. Também é difícil aceitar que a outra parte pode deixar de ser usada em breve. Se seguir assim, em alguns anos será como se você quase nunca tivesse estudado nada. Novas tecnologias surgem e com elas novos métodos. Há também o caso de algumas tecnologias habituais que se atualizam com tanta velocidade, que fica difícil de acompanhá-las. Desta forma, uma nova leva de conhecimentos necessários para utilizar estas tecnologias(novas e velhas) emergem das sombras o tempo todo. Muitas vezes, sem a gente perceber. É óbvio que o mercado não vai perdoar a falta deste novo conhecimento. Tem sido assim desde que se descobriu como fazer fogo. A todo momento surgem novos métodos, novas técnicas...

Continue lendo

Empreender exige mais que boas ideias e muita força de vontade

Publicado por em 18/06/18 em Empreendedor, Empreendedorismo | 0 comments

Além da criatividade e da predisposição para trabalhar muito, o ‘conhecimento’ é fundamental e indispensável para aumentar nossas chances de vencer na vida. Refiro-me às habilidades técnicas e conceituais obtidas através do estudo, da leitura, da prática e de muito foco. Deve ser por isso a diferença tão grande na realização de vida entre os sonhadores que sabem o que fazem e os meramente sonhadores. As histórias de êxitos e de fracassos costumam acompanhar esta estatística. Salvo raríssimos pontos fora da curva. Desta forma, o conhecimento, ao lado de características como resiliência e perseverança, passa a ser um dos principais diferenciais entre a pessoa que vence e a que não. A importância do Conhecimento no processo empreendedor Geralmente, este processo ocorre da seguinte forma(mas não só): Em primeiro lugar tem-se uma ideia ou identifica-se uma oportunidade. Avalia-se o cenário...

Continue lendo

Medidas práticas para dar a volta por cima da crise financeira

Publicado por em 04/04/18 em Finanças empresariais | 0 comments

Crises financeiras existem de todos os tamanhos, períodos e tipos. Quem nunca passou por uma? Até mesmo os mais experientes nelas, terão outras pela frente. O jeito é aprender a lidar com os momentos difíceis e ter o mapa do caminho das pedras na palma da mão, para achar a saída do labirinto o quanto antes e com o mínimo possível de prejuízos. Pois bem, aí vão alguns atalhos no mapa para superar a crise(ou tentar, pelo menos): Esticar o passivo Isso significa negociar as dívidas por um valor mensal menor e pelo maior tempo possível. Por exemplo: se suas receitas são R$10.000 e suas dívidas consomem 80%, você não vai ter condições de se manter em atividade. Mas se conseguir que a despesa mensal com as dívidas caia para menos de 30%, você consegue um fôlego para se...

Continue lendo

Seu Fluxo de Caixa não está sendo levado a sério. E a culpa é sua.

Publicado por em 22/01/18 em Administração, Ferramentas | 0 comments

A maioria dos empreendedores de pequenos negócios erram feio ao ignorar o seu Fluxo de Caixa. Esse descuido, muitas vezes atribuído ao corre-corre frenético do dia-a-dia ou ao seu desconhecimento do assunto, os obrigam(segundo eles) a priorizar outras atividades da empresa, deixando a alma do negócio em segundo, terceiro ou último plano. Erro crasso, grosseiro. Por que o Fluxo de Caixa deveria ser uma prioridade do negócio? Porque ele encerra as respostas para as seguintes perguntas: Qual é a minha disponibilidade em Caixa? Quanto disso posso investir? Qual o limite de descontos que posso oferecer aos meus clientes? Deveria dar descontos? Quanto falta para atingir o meu ponto de equilíbrio? A previsão deste mês é de lucro ou prejuízo? Devo manter o pessoal, contratar novos colaboradores ou demitir alguém? Se continuar neste ritmo, como estará o negócio em 12...

Continue lendo

O autoconhecimento e o preço alto que se paga por não conhecer a si mesmo

Publicado por em 12/12/17 em Ferramentas | 0 comments

Quem nunca superestimou uma situação e acabou fazendo uma tempestade num copo d’água sem nenhuma necessidade ou criou uma expectativa irrealizável até mesmo nos melhores sonhos? E quem nunca subestimou alguma outra situação e acabou tendo que pagar o pato por não ter calculado direito o que precisava ser feito? Em ambas situações estamos dando um verdadeiro salto no escuro. Isso é o que acontece quando, antes de realizar qualquer coisa (qualquer mesmo), não se tem o conhecimento adequado para sua realização. Certamente, se o caso estivesse sob seu domínio, a margem de erros seria bem menor do que andar por aí pulando no escuro ou dependendo apenas da sorte. Se isto acontece com coisas, por que não aconteceria com você, enquanto profissional? Ser estritamente realista e verdadeiro consigo mesmo [e com os outros], conhecendo em detalhes suas qualidades...

Continue lendo

Decisões às pressas: Quase nunca dá certo, quase sempre sai caro

Publicado por em 03/11/17 em Estratégia, Planejamento | 0 comments

Raramente decisões precipitadas, tomadas às pressas, terminam bem – salvo raríssimas exceções, verdadeiros golpes de sorte. Fora isso, o resultado quase sempre é frustrante, desanimador e pode sair caro, comprometendo o restante de chances de alguma coisa dar certo. Essas decisões, geralmente carecem de fundamentos e de um objetivo claro; são um subproduto dos achismos. A impressão que fica é que poucos [bem poucos mesmo] aprenderam com o Gato de Cheshire, que se você não sabe onde quer ir qualquer caminho serve. A pressa escolhe sempre a primeira trilha que aparece pela frente. Mesmo na ausência da certeza de que seja a correta. Nada é mais prejudicial em um negócio, independente de seu porte, que uma péssima tomada de decisão. O pior é que só se descobre que ela era péssima, ao som do baque após o tombo, quando...

Continue lendo

Administração é para todos

Publicado por em 05/10/17 em Administração, Estratégia | 0 comments

Todos os dias, o dia inteiro, somos obrigados a administrar alguma coisa: as finanças, o negócio, as tarefas (no trabalho ou em casa), conflitos pessoais e interpessoais, crises, o dinheiro, o tempo, etc, etc. E o quê acontece quando essa administração é mal feita? O dinheiro evapora, perde-se a hora, os negócios não andam, as crises e os conflitos só pioram, etc, etc. Resumidamente, a falta de uma boa administração gera uma vida capenga, ineficiente, enfadonha, aflita. Por isso, saber administrar importa. Mas, como saber administrar se ninguém ensina? Esta pergunta é a mais confortável de se fazer, considerando que a maioria procura apenas uma desculpa para justificar sua falta de conhecimento. No entanto, o mais correto a se perguntar seria: Por que ninguém vai atrás do conhecimento de Administração? Afinal, na Era da Informação, informação não falta. Está...

Continue lendo

O que fazer para não travar quando chegar a hora de falar em público

Publicado por em 23/08/17 em Estratégia | 0 comments

A seguir algumas dicas para quem tem dificuldades ou precisa melhorar a sua apresentação ao falar em público. Características da boa imagem do orador: Ser coerente e compreensível Não adianta ter uma super apresentação preparada e um público ávido pelo seu conhecimento se o que falar não for coerente com a ocasião. Tente evitar desvios de foco no discurso e trate de conduzir a sua mensagem do início ao fim sem rodeios e nem floreios. Utilizar bem as palavras para que o receptor entenda a mensagem Seja objetivo e utilize somente palavras que estejam no vocabulário do seu público. Entenda: Ninguém é obrigado a levar um dicionário na sua apresentação [e nem vai fazer isso], para tentar entender o que você quer falar. Ter experiências para contar e discutir Contar seus próprios causos relacionados ao assunto tratado lhe dará...

Continue lendo