Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

Meu site ficou pronto. E agora?

O único assunto que parece não haver divergências, até mesmo entre os empresários mais conservadores, é que a Internet já não é coisa do futuro. É o presente e veio para ficar.

Garantir uma presença eficaz e eficiente online é apenas uma parte da estratégia de marketing. Não basta mandar fazer o site e ficar sentado, geralmente na frente do computador, esperando que milhões de pessoas acessem e realizem grandes compras na sua loja virtual. Pensar assim é perder tempo e dinheiro.

Toda empresa, de qualquer porte, inclusive os freelancers, cedo ou tarde deverão ter um site próprio e criar perfis em várias redes sociais. O problema reside em quando o empreendedor fica, única e exclusivamente, na dependência destes meios, para oferecer seus produtos e serviços e poder gerar ativos para sua empresa. Posso afirmar com propriedade que, pelo menos 90% destes casos, estão fadados ao fracasso, salvo algumas exceções. Não é a toa que uma rápida busca na Internet revela sites desatualizados há anos. Certamente, seus donos se desanimaram ao perceber que não obtiveram o retorno rápido que esperavam. Existem várias razões que podem justificar este fato: talvez não havia demanda suficiente pelos seus produtos e serviços, quem sabe foram engolidos pela concorrência ou, ainda, tenham ficado à espera de um milagre.

A Internet é um meio, não um fim

Um exemplo? Conheço um caso de um cliente que utiliza de forma inteligente seu site. Me pediu que lhe fizesse um site simples, nada do outro mundo, HTML puro. Logo, pediu para inserir várias imagens mostrando seus produtos, algumas, inclusive, com baixa resolução. Concluído o site, começou o trabalho de campo: se dedica a abordar possíveis clientes por telefone, assim mesmo, de supetão, e oferece-lhes seus serviços. No meio da conversa, ele deixa seu endereço eletrônico para que possam ver seu trabalho.

O site, em pouquíssimo tempo, alcançou PageRank 2. O volume de visitas não é lá essas coisas e, no Alexa, nunca ficou abaixo da posição 16 milhões. Não utiliza Adwords, nem nada pelo estilo; Apenas algumas palavras-chaves foram inseridas no seu texto. As visitas que recebe no site, apesar de serem poucas, são visitas de qualidade. Garanto que ele, com seu site online e seu telefone em mãos, gera mais lucros que muitos sites e blogs que se dedicam exclusivamente a gerar renda pela Internet.

Diante do fato apresentado, só me resta concluir dizendo que:

“Um site bonitinho e super funcional não é garantia de sucesso na Internet; um blog super visitado com conteúdo atrativo, não é garantia de sucesso na Internet; um PageRank 10 ou ocupar as primeiras posições no Alexa ou no Google, não é garantia de sucesso na Internet. De nada vai adiantar ter tudo isto se o empreendedor não tiver atitude, não levantar as mangas e não ir à luta. O site funciona apenas como uma ferramenta a mais, com a qual poderá gerar lucros reais.”

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

No Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. O que as Redes Sociais podem e não podem fazer pelo seu negócio? | enfoquenet - [...] Meu site ficou pronto. E agora? // This …
  2. Guia de Sobrevivência Online | enfoquenet - [...] Meu site ficou pronto. E agora? [...]

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *