Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira




Cinco coisas que aprendi sobre o que um freelancer deveria fazer para diminuir seus riscos

Publicado por em 10/12/15 em Cinco coisas, Freelance | 0 comments

Certamente há dezenas de coisas que um freela pode fazer para reduzir seus riscos e proteger-se melhor em seu turbulento ambiente de trabalho. As que menciono à seguir, talvez façam parte do pelotão de frente das ações que qualquer profissional liberal deveria providenciar já, para tratar de minimizar as suas eventuais turbulências no curto e médio prazo. Estabilidade profissional Melhorar o currículo e investir em capacitação continua é indispensável para um freelancer que se preze. Porquê? Já escrevi aqui sobre isso antes. Dê uma olhada no post “Por que um freelancer deveria investir na formação contínua?” Diversificar a carteira Há um grande problema recorrente nas pequenas empresas e com os pequenos empreendedores: a dependência de apenas um ou dois clientes como fonte de receitas. Erro grave. Às vezes, involuntário. Porém, quase sempre, evitável. Concentrar uma carteira de clientes em poucas opções pode gerar sérios...

Continue lendo

Vida de Freela: o longo intervalo entre os pagamentos

Publicado por em 15/11/12 em Freelance | 0 comments

Uma pesquisa realizada pela Internacional Freelancers Academy, que já foi publicada aqui no blog, revelou dados referentes a alguns dos maiores desafios que qualquer freela pode enfrentar. Na lista figuram fatores como: encontrar novos clientes; o ciclo ocioso; a gestão do tempo; o equilíbrio entre a vida pessoal e a laboral; e o acesso a um seguro. Neste artigo, quero enfocar outro aspecto que, certamente, tem tirado o sono de muito freela por aí: o longo intervalo entre os recebimentos dos pagamentos. Isto não é só uma experiência pessoal mas, também, um fato comum entre colegas do mesmo ramo. No meu caso, o webdesign. Tudo começa quando chegamos a um acordo sobre preços e formas de pagamentos com o cliente. Geralmente, uma parte é paga no início do projeto, e, logo, a outra é acertada no final, no ato...

Continue lendo

Você tem certeza de que não nasceu para viver de escrever?

Publicado por em 30/03/12 em Freelance | 0 comments

Gosta de escrever? Domina seu idioma? É criativo(a)? Conhece profundamente ou tem vasta experiência em algum assunto específico? Tem uma boa redação? Então, escreva um livro! Para publicar um livro antigamente, o autor passava pelo via crucis para, depois de passar meses ou anos criando e escrevendo, oferecer sua obra e torcer para que alguma editora aprovasse seu manuscrito. Isto, quando sua obra não ia parar junto a outros  manuscritos que jaziam abandonados em algum “cemitério de livros”, cujo fim, quase sempre era o lixo. Quem tinha algum dinheiro ou patrocínio,  podia optar por publicar sua obra de forma independente. Os novos tempos A Internet trouxe uma nova modalidade para os escritores: A venda de livro sob demanda. Funciona assim: Você escreve um livro e o envia digitalmente para a gráfica. Depois difunde sua publicação na mídia em geral, incluindo, lógico, ainternet....

Continue lendo

Como encontrar um bom tradutor?

Publicado por em 14/03/12 em Freelance | 3 comments

Muita gente depende de, ou procura, serviços de profissionais cujas profissões, por serem consideradas solitárias, são as mais comuns no mundo freelance. O tradutor freelancer é um deles. É difícil encontrar qualidade a um preço razoável num meio tão disputado como é a tradução. Às vezes, quando embarco na minha vida freela, traduzo. Meus idiomas são português-br (nativo) e espanhol (segunda língua). Mas o foco neste artigo não será no tradutor que oferece seus serviços, mas sim no cliente que precisa de um serviço de tradução independentemente do idioma procurado. As dicas a seguir são orientações básicas para quem precisa de uma tradução simples, ou mesmo de encontrar alguém qualificado para realizar uma tradução fiel para o seu texto. Uma simples tradução Para estes casos a Internet possui várias ferramentas online que cumprem esta função. Contudo, devemos considerar que...

Continue lendo

“Hmm… não gostei.”

Publicado por em 02/03/12 em Freelance | 0 comments

A frase estampada no título geralmente vem acompanhada de expressões faciais reprobatórias e é sinônimo – para o freelancer – de horas perdidas, má alimentação, sono e atraso de outros compromissos. Este fato pressupõe menos descanso e mais desgaste físico e mental. Dita frase às vezes chega a ser motivo de depressão e, quem sabe, até de mudanças de profissão. Ela também pode vir disfarçada, no caso de clientes mais educados, como: “É(…) ficou bacana mas…”; “Não sei, mas falta alguma coisa…”; “Seu desenho é ótimo, mas não ficou como eu pensava…”; “Muito bom mesmo(…) mas eu  acho que dá pra melhorar…”; etc. Tudo fica pior quando, por exemplo, nos comprometemos com um projeto relativamente pequeno e pouco rentável e, por conta deste compromisso, perdemos, ou deixamos na lista de espera, projetos maiores e mais lucrativos. Não há uma...

Continue lendo

A odisseia freelance

Publicado por em 26/02/12 em Freelance | 0 comments

Esta foi uma semana corrida. Fiquei sem tempo para mais nada e com trabalhos “por aqui” (mão à altura da testa). Ontem (sábado), estive até às 2:30h da madrugada concluindo os detalhes de um site que devo entregar na segunda-feira. Quatro horas depois, às 7h, lá estava eu na Igreja, confesso que sem muita disposição, mas fui. Com certo desgaste mental e físico, me prometi que tomaria a tarde do domingo para descansar. “Não vou ligar o computador nem revisarei meus e-mails e perfis nas Redes Sociais.” Disse eu, no afã de desligar-me de tudo. Agora são exatamente 15h do mesmo domingo, estou na frente do computador e já revisei todos meus e-mails e perfis antes de começar a escrever este artigo. Resultado: Promessa quebrada, descanso pro espaço e eu continuo em um estado físico e mental deplorável. E de...

Continue lendo

Os desafios de ser Freelancer

Publicado por em 14/02/12 em Freelance | 0 comments

“Pronto. Está decidido. A partir de hoje me declaro freelancer full time. Agora eu sou o patrão, nunca mais vou desperdiçar três horas diárias da minha vida no trânsito. Terei disponibilidade total para as pessoas que amo e vou me revesar entre uma caminhada ou um passeio ciclístico durante uma hora por dia. Faço questão de um happy hour fantástico todas as tardes e vou me dedicar aos estudos, à família e aos amigos.” A declaração acima é um fato que todo freelancer, e todos os que estão determinados a sê-lo, esperam ansiosamente. Mas muitos, no afã de conquistar a independência financeira, se lançam sem ao menos estudar suas chances de obter êxito. O resultado quase sempre é o mesmo: será obrigado a engavetar seus sonhos e “tentar” retornar à rotina de quando era empregado. Por isso, há a...

Continue lendo

Uma visão abrangente sobre o freelancer empreendedor

Publicado por em 17/01/12 em Empreendedor, Freelance | 2 comments

Ser ou não ser (freelancer), eis a questão. Depende, diria eu. Se é um especialista, formado ou autodidata, no ramo que deseja atuar e tem um respaldo financeiro que o ajude a manter-se em dia com suas contas, pelo menos nos primeiros meses, não vejo problemas em lançar-se rumo à tão sonhada independência financeira. Porém – e sempre há um porém – se não conta com suficiente cacife e experiência, sugiro que comece por baixo, ou seja, com um emprego. Pois, salvo raras e afortunadas exceções, empreender sem antes haver colocado a mão na massa e saber como funciona o processo de produção ou desenvolvimento do produto ou serviço que deseja oferecer, pode render-lhe desde algumas dores de cabeça e frustrações até ser obrigado que arcar com o pagamento de algumas indenizações por danos e prejuízos. Dificuldade em conseguir...

Continue lendo

Por que um freelancer deveria investir na formação contínua?

Publicado por em 10/12/11 em Freelance | 0 comments

Eu poderia começar respondendo falando sobre as mudanças na tecnologia, nas tendências e na globalização. Mas isto seria como repetir as informações facilmente encontradas no padre mor da preguiça e assessor para assuntos desconhecidos. Por isso, prefiro começar dizendo que os novos conhecimentos e a especialização resultam em capital valiosíssimo nas mãos de quem trabalha por conta própria, pois aprender novos métodos na elaboração dos serviços e aprimorar os já utilizados, significa trabalhar com qualidade, ser inovador, ter um novo diferencial e andar um passo à frente da concorrência. Afinal, não é nenhum sacrifício tirar dois ou três dias por ano, para fazer algum curso intensivo de atualização em alguma instituição de renome. A desculpa dos cursos caros Há várias opções de cursos disponíveis no mercado; uns com duração de algumas horas, e outros, alguns anos; presenciais, à distância ou...

Continue lendo

Freelancer: Quanto cobrar pelos serviços prestados?

Publicado por em 30/10/11 em Freelance | 9 comments

Definitivamente, não ha uma regra sobre o quanto cobrar pelos serviços freelance no mercado. O profissional deverá ter um certo “jogo de cintura” para lidar não somente com o fator preço, mas também com o fator concorrência, principalmente em se tratando de serviços que são facilmente encontrados na Internet. Antes de fixar um preço razoável por hora/dia/projeto considere: O tipo de serviço que prestará Tempo de experiência no mercado A tecnologia que utiliza O cenário atual do seu mercado Para quem prestará o serviço Antes de prosseguir, sugiro que determine um piso mínimo no seu preço e o siga religiosamente, independentemente dos preços cobrados pelos outros. Não ultrapasse (para baixo) este limite por nenhum motivo. Fazendo assim, estará respeitando-se a si mesmo como profissional e respeitando seus colegas freelancers que prestam o mesmo serviço que você. Como calcular os...

Continue lendo
Página 1 de 212