Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

Dez passos para não cair na inadimplência

Este artigo não pretende ditar regras ou normas, nem oferecer fórmulas mágicas para a prosperidade. Os seguintes pontos foram formados com base em informações concedidas por vários consultores financeiros, entres eles, alguns do SEBRAE.

Em 2012 a inadimplência das famílias brasileiras subiu a níveis superiores aos de 2009, por isso, nesta primeira parte da nossa série “Orçamento Familiar”, vamos abordar este assunto e tratar de desenvolver métodos simples para melhorar, a médio e longo prazo, nossa qualidade de vida.

Vamos lá:

Conscientização

O dinheiro não é elástico, portanto é importante saber o que é realmente necessário gastar e tentar guardar uma parte.

Decisão em família

As coisas marcharão melhor se todos andarem na mesma direção. Todos os membros da família devem conhecer a real situação, fazer um levantamento de todos os gastos e, o principal, decidir em conjunto quais serão os recortes de gastos, onde e como vão fazer guardar o resto.

Objetivos

Certamente você já ouviu isto: “Para quem não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve.” Portanto, devemos instituir objetivos comuns e claros a curto, médio e longo prazo. Os de curto prazo, podem ser pagar as dívidas menores; os de médio prazo, quitar as dívidas maiores ou a compra de um carro novo; os de longo prazo, pode ser a faculdade das crianças, a casa própria, um negócio próprio, etc.

Evitar o consumismo

Preparar a lista das necessidades imediatas antes de ir de compras, e comprar apenas o que foi planejado. Pagar preferivelmente em dinheiro e evitar compras à prazo.

Economizar nas pequenas coisas

  • Utilizar racionalmente o telefone celular;
  • Levar “marmita”… Tudo bem, não precisa ser exatamente uma marmita, mas pode ser um lanche ou algo parecido;
  • Melhorar o rendimento do carro: alguns ajustes mecânicos ou reparações menores podem aumentar o número de quilômetros por litro de gasolina e evitar o desgaste prematuro dos seus componentes;
  • Habituar-se a apagar a luz toda vez que sair de um recinto;
  • Evitar goteiras fechando bem a torneira;
  • Economizar o gás de cozinha, por exemplo: fechar as janelas que estão perto do fogão enquanto se cozinha reduz o consumo de gás;
  • No verão – e fora dele também -, colocar o chuveiro elétrico na posição “Verão”;
  • Pesquisar preços antes de comprar: não ter vergonha de ir à loja ou supermercado que vende mais barato;
  • Ficar atento aos preços das tarifas públicas, como água e luz, por exemplo.

Empréstimos

Fuja das financeiras e do cheque especial, pois são os que têm a maior taxa de juros do mercado.

Cartão de crédito

Evite a todo custo parcelar faturas ou pagar o “mínimo”. Sacrifique-se e pague a fatura completa. O cartão de crédito pode ser um aliado se for “domado” e utilizado inteligentemente.

Supérfluos

Há coisas que não são realmente necessárias. Evite comprar por impulso ou somente por prazer. Aposto que já se arrependeu de ter comprado algumas coisas após perceber que não eram necessárias. Não é?

Na ponta do lápis

Elabore um orçamento doméstico detalhado e inteligente.

Poupar

Não estou falando de bancos ainda, pode começar com cofrinho, daqueles com forma de porquinho, em casa mesmo. Sua autoestima aumentará na medida em que vir que é capaz de juntar algum dinheiro. Aprender acerca de algumas aplicações bancárias poderá lhe surpreender com o montante que poderá juntar ao cabo de alguns anos.

Bem, esta foi a primeira parte, daqui a dois dias, nesta série “Orçamento Familiar”, o nosso próximo artigo é sobre as “Medidas drásticas para quem perdeu o controle sobre as dívidas“, confira!

Leia a série completaOrçamento Familiar

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

No Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Oniomania: A síndrome da compra compulsiva | Enfoquenet - [...] Dez passos para não cair na inadimplência [...]
  2. Um presente para o futuro: Educação financeira para crianças | Enfoquenet - [...] Dez passos para não cair na inadimplência [...]
  3. Medidas drásticas para quem perdeu o controle sobre as dívidas | Enfoquenet - [...] artigo anterior da série “Orçamento Familiar”, postei algumas dicas de especialistas para evitar cair [...]

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *