Menu de Páginas do Blog

Foco no Empreendedorismo em Rede

A organização pessoal e as suas vantagens competitivas

Ok, conversemos, então, sobre a organização pessoal.

Dada a tendência natural das pessoas em relaxar e deixar para depois o que poderiam fazer agora, mesmo diante de circunstâncias urgentes, deixando passar batido tarefas básicas, porém importantes, é fácil concluir que, no geral, o ser humano é preguiçoso e desorganizado. Salvo algumas exceções. Estas exceções são a diferença. É o tal do capital humano valioso e diferenciado. O sonho de consumo de qualquer liderança. Mas não vamos falar sobre onde ou como encontrá-los, pois seria como caçar uma agulha no palheiro. Vamos conversar sobres dicas, macetes, ou algo que nos indique o que fazer para mudar e ser mais organizados. Desta forma, podemos nos tornar neste capital valioso, para nós mesmos ou para a empresa na qual trabalhamos.

“Mudar”, acho que podemos começar por aí. Bem, isto nos deixa a primeira pista: se não fizermos nada, naturalmente nada de diferente ocorrerá. Ao falar em mudar, basicamente, me refiro à necessidade de mudança hábitos.

Um hábito é uma parte importante da nossa bagagem cultural, que adquirimos ao longo da vida, através das nossas experiências e da forma como interagimos com o nosso meio ambiente. Ao menos, esta foi a equação da Teoria de Campo, proposta por Kurt Lewin. Por exemplo: tem gente que escreve ou pronuncia propositalmente determinadas palavras de forma errada, mesmo conhecendo a forma correta. Neste caso, escrever errado tornou-se um hábito, e continuará assim se não houver real interesse em mudar. Desta forma, os exemplos de maus hábitos se multiplicam de acordo com cada situação. O ruim de tudo isso, é que, geralmente, estes maus hábitos incomodam mais a quem está em volta do que o próprio indivíduo. E podem culminar em situações desconfortáveis e até mesmo conflitantes.

Mas, o que tem isto a ver com a organização? Simples: tudo! Sim, tem tudo a ver, pois a desorganização é um traço de caráter, que passa a fazer parte do nosso perfil e de como as pessoas nos identificam. Por exemplo, pense em algum conhecido seu, que seja desorganizado e pronuncie o seu nome em voz alta. Com certeza você não terá dificuldade em encontrar vários nomes. Por quê? Porque esta característica é tão latente, que já faz parte do perfil social daquela pessoa. Talvez seja você mesmo(a). E isso, definitivamente, não é bom.

E o que é preciso para mudar? Basicamente, só é preciso força de vontade e disciplina. Um exercício simples, como organizar a cama ao levantar-se pela manhã, mesmo quando haja alguém que o faça sempre, é um bom começo.

Dicas de organização pessoal

 

Checklist

organização pessoalEu, pessoalmente, aprendi muito com os checklists. Tirar alguns minutos logo cedo, para colocar no papel o que há para o dia, me ajuda na organização de tarefas e, de quebra, evito terminar o expediente exausto ou esquecer aquela tarefa importantíssima. Por costume, eu faço assim: esboço uma lista geral com as tarefas pendentes e, logo, marco cada item com P1, P2 e P3. Onde “P” significa “Prioridade”, e os valores me indicam a importância da tarefa, sendo 1 a mais alta. Outro ponto importante é não interromper a tarefa uma vez iniciada: começou, terminou. Nunca deixe para “mais tarde”.

Observe que existem muitos aplicativos para celular, tablets e computadores que podem auxiliar neste sentido.

Limpeza e espaço

Outro bom exercício é manter a mesa ou local de trabalho limpo e em ordem, sempre. Esta parte eu aprendi com um marceneiro, que varria a serragem da sua oficina a cada meia hora, sem falta. Um pedreiro me mostrou como ganhar espaço empilhando corretamente os tijolos que utilizaria mais tarde. São exemplos simples, que provêm de profissionais de serviços considerados muito básicos, mas que dão de dez a zero em muita gente engravatada por aí.

Evitar distrações

Evitar as distrações também ajuda muito. Principalmente para quem trabalha diante do computador, com a Internet à livre disposição, as distrações vêm em bandejas, a qualquer hora, em qualquer momento. Neste caso eu sou meio drástico: faço o logoff em todas as redes sociais, evito sites de notícias, e, na medida do possível, somente reviso os e-mais duas vezes por dia, ás 9hs e ás 15hs, e só. Sim, eu disse “na medida do possível” porque infelizmente ainda não posso desligar o telefone, e, por isso, sempre surgem coisas “urgentes” para fazer. Mesmo assim, as “urgências” entrarão somente no próximo checklist, no dia seguinte. É uma política pessoal inquestionável. Ponto.

Políticas pessoais

Aliás, esta é outra dica, a formulação de uma política pessoal também é parte da organização. Claro, com isto corremos o risco de ser tachados de antipáticos ou chatos. Mas, francamente, você conhece alguém extremamente organizado que não é chato? Difícil, não? Mas, se o trabalho for bem feito e satisfazer as expectativas do cliente, a chatice será vista apenas como um detalhe desimportante.

Vigilância constante

Quem quer ser organizado não pode dar-se o luxo de baixar a guarda. Eu mantenho programado alarmes no meu celular, que disparam a cada duas horas, com mensagens como “Você está fazendo algo realmente importante agora?” ou “Hora de revisar os e-mails” e, a minha preferida: “Seu tempo acabou, desligue o computador agora!”. É algo assim como um patrão chato e inconveniente, mas que me ajuda a controlar meu tempo há alguns anos. Essa dica, em especial, serve para os profissionais freelancers, que às vezes não têm hora para começar ou terminar seus projetos.

Potanto, caros amigos, não há dúvidas de que a pessoa organizada estará sempre dentro deste jogo que chamamos “mercado de trabalho”, independentemente da sua idade, escolaridade ou habilidades. Além disso, quem preza pela sua organização pessoal, sempre será considerado um capital humano valioso nas empresas, uma vez que muitos chefes carecem desta organização, talvez por causa da sua correria diária. Por isso, o profissional que guarda essa carta na manga(a organização pessoal), sempre estará um passo à frente dos desorganizados.

Bom, é isto. E você, qual é o seu método de organização pessoal? Vamos lá,compartilhe conosco!

Leia também:

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

4 Comments

  1. São hábitos muito bons! Com organização tudo flui melhor!

    • Verdade!

      Definitivamente ;-)

  2. Gosto muito de seus posts sobre organização. Procuro colocar suas dicas em prática, o que me ajuda no dia a dia. Sucesso sempre

    • Oi Josy,

      Que bom que gostou! Espero poder continuar ajudando.

      Um grande abraço!

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *