Menu de Páginas do Blog

Gestão | Empreendedorismo | Carreira

Cinco coisas que aprendi sobre gerenciar o dinheiro – 3ª parte.

Continuando esta série das 25 coisas que aprendi, falarei um pouco de como gerenciar o dinheiro, claro, desde a perspectiva de um mero mortal. Pois bem, aprendi que:

Afinal, o pode nos ajudar a gerenciar o dinheiro?

Investir é melhor que guardar

Com a instabilidade da economia mundial fica difícil saber quanto valerá o nosso dinheiro amanhã. Mesmo diante da estabilidade brasileira. Na semana em que escrevi este artigo, devido aos problemas gregos e europeus, o preço do Dólar americano ultrapassou – novamente – a marca dos R$2 reais. Além disso, recentemente o governo voltou a tocar na nossa Poupança, é certo, nada comparado com os anos 1990, mas como sempre quem perde é o povo. O que tudo isso significa?! Que o dinheiro que guardamos pode valer menos amanhã do que vale hoje. Então investir hoje na profissão, em cursos, em infraestrutura e, principalmente, na saúde pode garantir que amanhã possamos continuar gerando ingressos de alguma forma.

Rende mais quando há um planejamento

Anotar, ainda em casa, o que vou comprar em seguida, e logo, comprar somente o que foi anotado. Simples assim. Nada de surpresas. Sistematicamente.

Comprar à vista sai mais barato

“O que tudo isso significa?! Que o dinheiro que guardamos pode valer menos amanhã do que vale hoje”

Todos os preços dos produtos vendidos à prazo (Cartão, Financiamento, Cheques, etc) têm juros embutidos – ainda que a propaganda diga que é em “12X sem juros”. Se você chegar com dinheiro vivo tem direito de no mínimo 5% de “desconto”. E se você for bom de conversa, pode até conseguir um desconto maior. Contudo, o Cartão de crédito também é vantajoso no caso de comprar Bens mais caros e poder pagar em um prazo maior, claro, desde que você NUNCA atrase o pagamento e NUNCA caia na fatalidade de parcelar a fatura ou pagar somente o “mínimo”.

Quem tem muito deve poupar; quem tem pouco deve investir para ter mais

Essa matemática é simples: R$ 1 milhão na poupança, em dez anos, rendendo 0,5% ao mês, se transformará em mais de R$ 1.8 milhões. É um cálculo bastante atrativo, considerando que utilizamos apenas os juros compostos de uma conta poupança como base. Porém se só tivermos R$ 1 mil e o aplicamos nas mesmas condições, não chegará a R$ 2 mil no final do período. Esperar 10 anos por isto é frustrante. Por tanto, quem possui pouco, deveria investir seu pouco em capacitação profissional ou estrutural e assim tentar multiplicar seu ativo em um curto espaço de tempo.

É melhor pagar as dívidas o mais rápido possível

Dívida atrasada significa juros, muitos juros. Há casos que se fizermos os cálculos na ponta do lápis, veremos que a dívida original já foi paga duas ou três vezes, mas os juros demoníacos não permitem que a mesma seja quitada. Por isso digo que é melhor passar anos sem comprar uma roupa nova, indo e vindo em ônibus ou a pé, comer apenas o básico dos básicos, fugir de festas, aniversários, baladas ou qualquer data comemorativa até quitar completamente a dívida, do que dar uma de bom Vivant e passar o resto da vida sem ter um tostão furado no bolso e, ao final, morrer deixando uma tonelada de dívidas para seus descendentes ou familiares.

Muitos destes conceitos você pode encontrar nos livros e consultorias do Administrador Gustavo Cerbasi, de quem aprendi estas cinco coisas sobre a gestão do dinheiro.

Leia a série completa: Cinco coisas que aprendi sobre…

About Antonio Martins Jr.
Fundador e gestor do blog Enfoquenet. Bacharel em Administração de Empresas. MBA em Gestão Estratégica. Autodidata na maior parte do tempo. Webdesigner, com ênfase no WordPress desde o início do século. Aficionado em fotografia e jardinismo.

No Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Cinco coisas que aprendi sobre marketing | Enfoquenet - [...] Cinco coisas que aprendi sobre gerenciar o dinheiro – 3ª parte [...]
  2. Cinco coisas que aprendi sobre uma empresa de sucesso | Enfoquenet - [...] Cinco coisas que aprendi sobre gerenciar o dinheiro – 3ª parte [...]
  3. Cinco coisas que aprendi sobre liderar pessoas e fazer parte de uma equipe – 2ª parte. | Enfoquenet - [...] Cinco coisas que aprendi sobre gerenciar o dinheiro – 3ª parte [...]
  4. Cinco coisas que me estimulam a atingir meus objetivos – 1ª parte. | Enfoquenet - [...] Cinco coisas que aprendi sobre gerenciar o dinheiro – 3ª parte /* …

Comente o post!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *